14 de out de 2010

Separação

Bom dia, pessoas. Tudo bem com vocês? Antes de mais nada, gostaria de dizer que andei meio ausente pois estou dando uma assistência para uma amiga que acabou de se separar, infelizmente, e pensando no que aconteceu com ela, me motivei para escrever esse post, triste, porém, muito sincero.


Sinto dizer que nada dura pra sempre, nem sempre o que queremos é o que podemos ter. 
Um relacionamento deveria durar para sempre, relacionamento entre pais e filhos, entre irmãos, entre amigos, e principalmente entre marido e mulher, mas não é assim... Sempre queremos a felicidade por completo, mas não dá pra ter. Podemos ser felizes, mas nunca o seremos por inteiro. Há sempre algo para atrapalhar, há sempre algo para entristecer, há sempre a saudade de quem está longe ou de quem já se foi. 
Resolvi escrever esse post por um único motivo: amor. 
Eu amo, e sei o que é amar. Amar é sofrer, é sorrir, é chorar, é doer, é gritar, é sentir, é voar com os pés no chão, é flutuar, é dizer adeus... 
Separar-se não é fácil. Já senti na pele a dor da separação, senti a dor da separação de um pai, e a dor de perder um grande amigo para a morte. Acho que o que é mais difícil é quando a separação acontece por vontade de apenas um lado, quando você não espera tal reação, difícil é amar e não ser correspondido, é amar e não poder ter, difícil é amar e ter que deixar partir, é ter que abrir mão querendo guardar num cofre a sete chaves, amar é dar a liberdade da escolha a quem se ama. 
Sinto pela separação de minha amiga, sinto pois não gostaria que acontecesse comigo, já tive muitas brigas, já chorei, já esperneei, já fiz malas para partir, mas não pude, não me deixaram, não quis, e não me arrependo. 
Sempre digo que em um relacionamento há sempre altos e baixos, em um momento estamos bem e no outro não, mas quando estamos juntos, quando temos um ao outro, podemos chorar, podemos pedir colo, podemos amar, podemos ser felizes com o pouco que temos. Para alguém que se ama, o muito é pouco, e o pouco é muito. 


Então, deixo minhas palavras transitarem por suas mentes e corações para que reflitam, para que dêem valor ao que tem. Briguem menos, xinguem menos, divirtam-se mais, saiam mais, sejam felizes enquanto é tempo, e mesmo que a felicidade não seja completa, um pouco que se tem dela, é o suficiente. 




Um mega beijo, e um ótimo final de semana! 

3 Opiniões:

João Lenjob disse...

Acho que um relacionamento acaba quando começa, mal. E, acredito que antes de procurarmos uma pessoa que queremos, precisamos saber quem somos. Filosofias minhas.
Tem cinco poemas novos em meu blog http://lenjob.blogspot.com e lhe apresento o Castelo do Poeta, http://castelodopoeta.blogspot.com, um super canal interativo de arte. Me fale o que achou, viu?? Abaixo poema.

João Lenjob

Na Nossa Tela
João Lenjob

Se quiser o céu numa tela
Eu o trago até você
Eu lhe dou pincel, tinta e uma aquarela
E as cores, dá você
Venho com estrelas, cometas e uma lua bela
Mas o sol, traga você.

Dance no céu, pintando como bailarina
Que sou platéia pra você
Seja a pintura mais pura, doce menina
Que sou menino pra você
Dê-me o amor da arte mais divina
E do amor faço você.

Ame menina, na nossa tela
Aquarela, eu e você

Se por acaso alguma cor lhe falta
Eu faço em verso pra você
Viro então um poeta astronauta
E fico no céu pra você
Enquanto pinta a nossa pauta
A poesia é feita pra você.

so sad disse...

e como são tristes estes momentos de despedida, de separação.
como o amor pode acabar? um sentimento tão profundo...
beijo!

Ká Moraes disse...

João: Estou indo visitar teus blogs. E muito lindo seu poema. Parabéns! Seja bem vindo e fique à vontade no meu cantinho. Beijo!

So Sad: Concordo com você. Se é amor, porque há de se acabar? Não sei te responder tal questão. BeijãoO!

Related Posts with Thumbnails
 
A Piece of Me. Design by Exotic Mommie. Illustraion By DaPino